A minha primeira vez

Todo mundo tem a sua né? Se não tem, pelo menos deveria!

A primeira vez em que vi a torre fiquei emocionada. Já estava andando pela cidade há horas (exagerada) e não sei se ela realmente estava se escondendo ou eu nunca olhava pro lugar certo. A verdade é que eu também não estava procurando, mas quando ela surgiu não sumiu nunca mais… pelo menos da minha cabeça.

De repente ela aparece

Ah, Paris!

Tem como não gostar? Andar pela cidade é uma delícia, sempre tem algo para parar e olhar. Pode ser a vista para a Torre Eiffel, uma padaria com pães fresquinhos, um parque para curtir o sol, uma igreja da qual tu sempre ouviu falar ou uma vitrine com vestidos lindos dos maiores estilistas do mundo.

Paris é clássica e tem estilo. Pontos turísticos por todos os lados e muitas novidades nas ruas e lojas.

Já na primeira tarde em Paris o programa foi caminhar. Tarde é maneira de dizer. Saímos de casa depois das 18 horas, mas fomos ajudados pelo sol que só ia embora pelas 10 da noite.

Hospedados à meia quadra do Centro Pompidou a caminhada foi em direção ao Hotel De Ville, depois Catedral de Notre Dame, Pantheon e por último o Jardim de Luxemburgo.

O Pompidou em foto tirada da porta de "casa"

Hotel De Ville

Notre Dame

Eu gosto de fotografar os postes!

Pantheon

A cúpula é facilmente identifica de vários lugares da cidade

Após uma parada para a janta, que também era o nosso almoço ainda, chegamos às 21:30 no parque. Uma pena chegarmos tão tarde porque estava fechando e não foi possível aproveitar o lugar. As cadeiras pareciam ser bem confortáveis para passar horas jogando conversa fora num lugar agradável e um visual encantador.

O palácio, que é a sede do Senado, tem uma pronúncia bem diferente do que eu imaginava.

O Palácio de Luxemburgo

Na volta pra casa compramos um vinho. Cansados da viagem, esta era a melhor maneira de aproveitar o friozinho da noite.

Voltando pra casa