Nada como uma boa caminhada

Um bom programa em Paris sem precisar pagar nada é caminhar pela rua.

Do Pompidou, do ladinho de casa, até o Arco do Triunfo marcamos apenas alguns pontos e fizemos todo o trajeto a pé, ida e volta.

O Pompidou

Na ida o primeiro lugar marcado foi o Louvre. Munidos de um mapinha turístico simples, com uma escala bem ruim, não tivemos nenhuma dificuldade em achar o que queríamos. No caminho, muitas pessoas nas praças, nos bares, ou num banquinho na calçada simplesmente aproveitando o sol. Era início de primavera e acho que, depois de meses de frio e tempo feio, qualquer horinha livre que o povo tem, fica “lagarteando”.

Não era só a escala no mapa que era ruim. A indicação dos pontos interessantes também. A igreja das fotos a seguir, Saint Eustache, passou praticamente batida. Claro que chama a atenção e paramos para fotografar, mas depois de ler sobre ela fico pensando que valeria a pena entrar e conhecer melhor.

Saint Eustache

Saint Eustache

Seguindo nosso caminho fomos até o rio Sena do ladinho do Museu do Louvre já… e vamos caminhar! Do museu até o começo da avenida passamos pelos Jardins de Tuileres e a Place de La Concorde com seu lindo chafariz e um obelisco egípcio de mais de 3 mil anos (que só vai aparecer numa foto mais pro fim do post).

Rio Sena

Louvre (nem precisava de legenda, né?)

A torre e eu nos Jardins de Tuileres

Place de La Concorde

Depois de atravessar toda a avenida Champs-Elisées chegamos ao Arco do Triunfo. Uma peninha que ele esteja em reformas, assim não vimos os desenhos originais nos pilares (na foto é possível ver as telas que representam os desenhos).

Finalmente o arco

De baixo do arco 😉

A Champs-Elisées e láaaa no fundo o Louvre

Não vou mentir… depois de chegar ao arco fizemos uma longa pausa para almoçar (lá pelas 4 da tarde hehehe) e descansar as pernocas.

A volta seria de metrô, mas como eu disse lá no início, voltamos caminhando mesmo para tentar conhecer mais alguns lugares. A rua escolhida para a volta foi a Saint-Honoré famosíssima por ter as lojas dos estilistas mais famosos (ops) do mundo. Estavem todas fechadas já, acho que paramos muito tempo para o almoço.

Alguém a fim de fazer umas comprinhas?

Esta rua não é muito longe do nosso caminho da ida e acabamos encontrando alguns pontos que já tínhamos passado mais cedo. A Igreja Madeleine que aparece na foto da Place de La Concorde mais acima, apareceu mais bonita e mais de perto no fim da tarde. E olhando na outra direção está a praça com o obelisco que eu havia falado antes.

Achei engraçado olhar essas duas fotos. Sei que foram tiradas do mesmo lugar e me pareceu que seria o mesmo prédio nas duas, mas um é a igreja e o outro, no fundo da praça, é o Palais Bourbon com a cúpula do Les Invalides à direita.

Igreja Madeleine

Pro outro lado

Quase noite, tipo 22 horas 😉 depois de mais de 10km caminhando, chegamos em casa.

Ufa, cansei!

De volta pra casa

Anúncios

Sobre mairinhanomundodalua
Por aí, no mundo da lua

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: