De onde veio a coragem?

Sempre fui a mais medrosa do meu grupinho, não interessa de qual grupinho eu esteja falando.

A ideia de andar de camelo no Marrocos me deixava na dúvida se eu subiria no bichinho. Pra minha sorte, Marraquexe é longe do deserto e andar de camelo por ali é uma brincadeira rápida. Não perderia muito do meu tempo se a coragem não aparecesse. Tínhamos um motorista contratado pra nos levar por tudo mesmo…

Bueno, então bora pra mais essa indiada na minha vida. Lá fomos nós… passamos por várias esquinas com os bichinhos, depois de um tempo até achei que o tio não ia parar nunca. Deve ter nos levado nos amigos dele, vai saber… pra mim eram todos iguais. Fomos parar no meio do nada como pode ser visto nas fotos.

Galerinha esperando pra dar uma volta

As patas dão agonia de tão dobradas!

De longe fiquei olhando a galera numa negociação básica de valor e tempo de passeio. Quando fecharam o preço, não pensei nem 5 segundos e já tava lá do lado do meu amigo camelinho e logo fui sentando. Por que eu fiz isso, hein?!

Sente a confiança...

É alto gente! Bem alto mesmo, muito mais do que um cavalo, por exemplo. O bichinho se dobra e desdobra pra descer e subir. A subida é por etapas. Primeiro com ele bem deitadinho, é só subir na garupa, então o “treinador” dá o comando e ele estica a uma parte das patas da frente e tu te seguuuuura senão vai com tudo de costas pro chão. Em seguida ele estica bem as patas de trás e esse é o momento em que tu quase dá de cara no chão te segurando muito forte mais uma vez. Aí o amigo emparelha as patas da frente e lá estou eu metros acima do chão!

Socorroooo! Eu já falei que ele é alto? Sem conseguir parar de rir, de nervosa é claro, fiquei me perguntando por que raios de repente eu tinha achado uma boa ideia dar uma volta de camelo???

Alguém me ajuda, por favor!

No fim deu tudo certo. É bem mais tranquilo do que eu imaginava. O bichinho vai bem devagar, num balanço que é até engraçado. Como o passeio era bem curtinho não deu tempo de cansar ou saber se a gente fica dolorido.

Curtiu?

Anúncios

Sobre mairinhanomundodalua
Por aí, no mundo da lua

One Response to De onde veio a coragem?

  1. Olha, eu já caí do camelo, e, bem, nada agradável. E meu camelo não tinha essa coisinha aí pra segurar, a gente segurava na corcova mesmo. Foi horrível. O balancinho depois de uma hora torra a paciência, viu. Acho uma roubada esta coisa de camelo. Mas só tendo andando num pra contar a história. A parte de descer e subir, quando a gente não cai fazendo isso, é a mais legal mesmo. Bem melhor que touro mecânico. E os camelos de vocês faziam barulho? E tinham coisas presas no nariz? Dá a maior pena.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: