O famoso Pastel de Belém

Quem vai a Lisboa tem que comer Pastel de Belém! Todo mundo te diz isso quando fica sabendo que tu vai pra lá. Quanta decepção… o dito cujo não é nem pastel nem de Belém :-p (a parte da decepção é brincadeira). Na verdade ele se chama pastel de nata e é uma empadinha doce e levíssima.

Pra não errar a rua

O nome mais conhecido se dá pela famosa confeitaria que fica na rua Belém e faz o “pastel” desde 1837. O pastel de nata é facilmente encontrado por toda cidade, mas claro que é na Pastéis de Belém que tem mais graça comer o doce, né?!

Pois é, toda torcida do Flamengo – e mais gente ainda – pensa o mesmo e a confeitaria enooooorme tá sempre cheia e até com fila na rua. A galera que atende é super ágil e a fila flui sem problemas. No dia em que eu fui, rapidinho já tava bem acomodada degustando meu quitute.

Fila + lugar enorme = produção absurda! É só ir um pouco pros fundos, onde fica a maior parte das mesas, que tu passa pela “fábrica” e vê muitas fornadas saindo direto da fonte.

Pastéis de Belém

A produção

Isto é um porta guardanapo, viu?!

Então é isso aí, pega o bonde 28, que para bem em frente, pede teus pastéis e uma bebida e curte a delícia 😉 Não esquece de polvilhar canela e açúcar pra completar, viu?