Sagrada Família

Templo da Sagrada Família

Como escrever sobre uma obra destas? Vou tentar contar um pouco sobre o que fiz, vi e entendi. Mas nada se compara ao que se sente vendo ela de verdade. A parte de dentro foi a que mais me impressionou.

A obra mais famosa de Gaudí ainda não foi concluída. Tem guindastes e andaimes pra todos os lados. Fico pensando como será voltar quando eles não estiverem mais lá, a previsão pro término da obra é pra daqui uns 20 anos.

O artista, que faleceu durante a construção da Sagrada Família, utilizou neste trabalho inovações na área de engenharia, a começar pelo projeto. Ele utilizou um sistema com fios e sacos de areia, criando uma espécie de maquete inversa. Desde sua morte diversos arquitetos e engenheiros buscam reproduzir fielmente suas ideias.

Projeto

Este foi o único lugar durante a viagem em que aluguei o audioguia. Foi uma verdadeira aula sobre os símbolos cristãos, que estão presentes em cada cantinho da igreja – imensa por sinal. Claro que não anotei nada!

Passagens bíblicas são várias, além de muitos elementos da natureza. São duas as fachadas principais, a Fachada da Paixão, por onde se começa a visita, e Fachada da Natividade, a primeira a ser construída.

Fachada da Natividade

Fachada da Paixão

Detalhes

São várias as representações na fachada

A porta também impressiona

Se por fora tudo parece muito robusto, por dentro a leveza toma conta. Formas que copiam a estrutura da natureza vão do chão ao teto. Os pilares, que são explicados em detalhes no guia, são em formato de galhos de árvores e se dividem nos gomos. As cores diferentes são por causa do material diferente utilizado em cada tipo, dependendo da necessidade são mais fortes, mais altos e com mais ramos.

Os pilares típicos de Gaudí

Os vitrais garantem o colorido do lugar. A luz que passa cria um efeito muito legal. E o teto? A gente chega a ficar tonto de tanto olhar pra cima.

Tudo isso a gente visita com andaime e gente trabalhando por tudo. O barulho lá dentro é de obra mesmo, maçarico, serra, martelo e tudo mais. Constantemente as áreas liberadas para visita mudam.

Teto

Vitrais

Vitrais

As torres, que é o que mais marca nas centenas de fotos que vemos por aí, têm uma simbologia especial. Estamos acostumados a ver as oito das duas fachadas principais, mas no total são 18. 12 dos apóstolos, 4 dos evangelistas, uma dedicada a Virgem Maria e a que será a mais alta, dedicada a Jesus.

E é numa das torres que o tour continua. Depois de olhar tanto pro teto, subimos bastante e olhamos pra baixo :-p A subida é de elevador (no lado da fachada da Natividade tem beeeem menos fila), mas a descida – hehehe – por uma escada em espiral bem apertadinha. Em diversos pontos tem sacadas, onde a gente vê melhor vários lugares da igreja e vê também a cidade. As fotos abaixo foram todas tiradas de sacadas.

Da sacada da torre

Do alto da torre dá pra ver melhor as torres mais baixas

Mais um conjunto de torres

Seria um ovo?

Anúncios

Sobre mairinhanomundodalua
Por aí, no mundo da lua

2 Responses to Sagrada Família

  1. Janaina says:

    Ovo? De onde tu viu ovo? Será que foi por causa do chá de menta que tu bebeu depois em maraquexe?

    • mairinhanomundodalua says:

      Eu sabia que só eu tava vendo um ovo mesmo! Chá de menta selvagem deve dar certas alucinações! ehhehe

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: