Night na Jemaa El Fna

Eu disse no post anterior que durante a noite a confusão diminui nas ruas de Marraquexe, mas não na praça. Acaba o som das flautas e começa o dos tambores. Formam-se rodinhas em volta daqueles que estão batucando, quase uma festinha, e quase todos são marroquinos mesmo.

Por sinal, isso é algo que achei legal lá. A programação turística é bem integrada com a da população local. Ir a praça não é um programa só pra turista ver. O povo vai lá pra se divertir também.

Movimentação à noite é maior

A praça também se transforma num imenso restaurante. Todo fim de tarde são monstadas dezenas de barraquinhas com “cozinha” e mesa para os clientes. As comidas são as típicas do Marrocos que… adivinha? Não fotografei nem sei o nome. Mas ali é basicamente escolher as carnes que serão assadas em pequenos espetnhos, pão e alguns tipos de acompanhamento, como cuzcuz. Ah, de entrada claro que tem azeitona.

O approach é um pouco chato. Até te sentar em algum lugar vão ficar te chamando e te empurrando pra uma mesa, mas depois o atendimento é tranquilo, atencioso eu diria.

Chegando pra jantar

Chamando a galera pra janta

Turistas e população local se misturam

Adoro fotografar as marcas

Uma coisa que tem na praça o tempo todo são as carrocinhas de suco de laranja e frutas secas. Um paraíso para que gosta! O suco custa centavos de euros e é gelado e bem gostoso.

O suco de laranja é baratinho e delicioso

Frutas secas da região

Tâmaras?