Dando a volta na ilha

A maneira mais prática e rápida de conhecer toda Ilha Grande é dando a volta em torno dela de lancha. Claro que não se conhece toda, afinal são mais de 80 praias, mas dá pra ter uma ideia bem boa.

Imaginem o meu nervosismo na hora de tomar coragem e entrar na lancha. Eu sabia que não ia andar só pro lado que fica em frente ao continente, com mar abrigado e sem ondas. Grande parte dessa volta é na parte da ilha virada pra mar aberto, passando por diversas praias com onda. Durante o passeio descobri que também passamos perto das pedras… socorro!

Pra minha sorte esse verão foi bem flat no Rio de Janeiro e o passeio foi quase tranquilo – quase porque sou bem fiasquenta e não fico exatamente relaxada andando de lancha em lugar algum. No início até deu uma balançada considerável, mas bora encarar que a recompensa parece ser boa.

A primeira parada foi na praia do Caxadaço, uma das mais bonitas da ilha. Bem pequena e escondida entre as pedras e morros da ilha. Por ali não tem onda, é como uma grande piscina, água clarinha, ótima para nadar, se refrescar e ver tartarugas. De cima das pedras dá pra ver algumas.

No Caxadaço

Em seguida paramos numa praia com ondas, mas não lembro o nome. Tem um rio bem bom no cantinho da praia para um mergulho na água doce, ótimo para tirar o sal. Só que acaba que não resolve muito, já que depois tu é obrigado a nadar no mar até a lancha, inclusive passando por umas ondinhas maiores!

Mais algumas paradas e com certeza o ponto alto é a praia do Aventureiro, famosa pelo seu coqueiro deitado. A praia é super extensa e tem alguns campings para quem quiser ficar. A cor da areia e da água fazem uma combinação daquelas de sonho. O que é muito legal em Ilha Grande é que em todas as praias existe sombra natural, já que em todas há uma grande quantidade de árvores bem próximas ao mar.

O famoso coqueiro

Eu curti o barquinho...

Algumas praias depois paramos para o almoço e depois disso achei que não teria mais disposição pra nada, mas foi só chegar na Lagoa Verde pra não resistir e logo me atirar na água. Fora os dois barquinhos aí de baixo (não vi pessoas) o movimento tava todo dentro d’água.

Lagoa Verde

Dentro mesmo. Olha quem me acompanhou no mergulho: duas tartarugas simpáticas que vieram dar um alô. Foi muita sorte, entre saltar da lancha e encontrá-las foram poucos minutos. As fotos estão um pouco escuras por causa da falta de luz em função do horário.

Olá dona Tarta!

É bem emocionante encontrar uma tartaruga nadando

Essa aqui eu acho que já é a outra

Tchauzinho!

Para fechar o dia, o pôr do sol lindo na Lagoa Azul.

Ah, essas lagoas não são lagoa coisa nenhuma, viu? É mar abrigado e bem calminho, por isso o nome.

Lagoa Azul

Anúncios

Sobre mairinhanomundodalua
Por aí, no mundo da lua

2 Responses to Dando a volta na ilha

  1. Pedro Velasco says:

    De maaais teu post. Que lugar bonito, é a primeira vez que sinto vontade de viajar para o RJ
    Tenho duas perguntas:
    1- esse passeio de lancha ao redor da ilha, da pra fazer wakeboard também?
    2- Essa praia que tu disse ter onda, são ondas surfáveis? 😛

    Gostei muito da paisagem de tudo e também quero mergulhar com as turtles!

    Beijo

    • mairinhanomundodalua says:

      O lugar é lindo. Tem que ir.
      Sobre o wake, eu não vi prancha pra alugar. E acho que ora fazer só alugando a lancha entre amigos. A gente foi numa agência e compartilhou com mais 2 grupinhos e passa muito mais tempo parado do que andando.
      Praia com onda pra surf vai em outros passeios. Conto mais adiante em posts novos.
      Beijos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: