Contratempos

Existe viagem sem contratempos? Entre uns e outros:

  • Já tive que aguentar alguns dias de chuva na Bahia e quase ficar ilhada – isso, numa ilha mesmo.
  • Tava tri a fim de dar umas voltinhas de trem pela China quando as linhas congelaram – hein?
  • Passei mal num vôo porque comi um sanduíche de lombo e passo mal quando como porco – maldito lanchinho.

No fim, todas as viagens foram maravilhosas, mas não dava pra pular algumas partes bem chatinhas e que te fazem perder uma boa parte do tempo?

Trancoso

Trancoso é sem dúvida a praia mais charmosa da Bahia pra mim. E não pela praia. Pelo Quadrado!

Na viagem que fiz por 20 dias pela Bahia, Trancoso foi um dos primeiros destinos. Cheguei despretenciosa para ficar uma noite, mas acabei me encantando e ficando mais.

O Quadrado é o centrinho de lá, fica no topo de uma falésia e tem esse nome por ter as casas dispostas em volta de uma grande praça, vejam só, quadrada! No extremo, quase na ponta da falésia, uma igreja linda se destaca. À noite não há iluminação com postes na praça, apenas das casas e a igreja fica ainda mais bela com uma grande luz na fachada (pena as minhas fotos da noite não terem ficado muito boas).

O Quadrado com a igreja ao fundo

O Quadrado com a igreja ao fundo

O mar é lá embaixo

O mar é lá embaixo

Nas casinhas multicoloridas hoje funcionam lojas de roupas e artesanatos, todas de muito bom gosto, ótimos restaurantes e são em muitos casos a fachada de pousadas rústicas e super aconchegantes.

As casinhas coloridas e nenhum poste

As casinhas coloridas e nenhum poste

Tudo é muito rústico: um charme

Tudo é muito rústico: um charme

Claro que a praia é ótima também, com água clarinha e onde vi até tartarugas na beira, mas o Quadrado é muito romântico e encanta. Há ótimas pousadas e bares bem legais pertinho dali, onde fiquei e aproveitei também, já que o Quadrado é apenas um pedacinho de Trancoso.  Fora da alta temporada, eu fui em agosto, os preços são muito em conta e não há muitos turistas. É tudo praticamente só pra ti!

Viva a Bahia

O primeiro (e único) estado do Nordeste que eu conheço é a Bahia. E por isso talvez não tenha conhecido outros. Eu adorei!

Praias sensacionais, pessoas super simpáticas e infra-estrutura muito boa em todos os lugares que fui. E pra mim, infra-estrutura não quer dizer um local urbanizado, mas onde haja o mínimo necessário para eu me sentir bem. Cama limpa, comida boa, sombra e água fresca 😉

A primeira praia que conheci na Bahia foi a Praia do Forte, um pouco ao norte de Salvador. Fui lá conhecer o projeto Tamar, que busca a preservação das tartaruguinhas. A praia é linda, tem um centrinho charmoso, e o mar beeem azulzinho. Fui apenas um dia, não fiquei hospedada, mas o dia tava maravilhoso… vejam pelas fotos.

A igreja na beira da praia é mais um charme

A igreja na beira da praia é mais um charme

Dia perfeito, né?

Dia perfeito, né?

Para chegar o jeito mais fácil é de carro a partir de Salvador. A estrada é tranquila e o percurso não muito longo. Adoraria voltar e ficar uns dias lá. Sei que também tem onda pra quem curte surfar, apesar de eu ter fotos de um dia de mar bem calminho, onde é possível perceber apenas uma espuma bem ao fundo nas fotos.

Me digam, com um visual assim não é paixão à primeira vista? Depois disso voltei pra Bahia para passar 20 dias só conhecendo as praias do estado.