Fazendo amigos em Punta

Oi

Eu e meus títulos bobos.

Na verdade o post é pra mostrar um passeio clássico na cidade:  andar pelo cais 😉

É um lugar diferente, mas ótimo para uma caminhada

Não faltam motivos pra ir até ali e é super fácil chegar, já que está bem perto da área mais movimentada de Punta del Este, a avenida Gorlero.

Centenas de barcos de todos tamanhos e de diversos países estão lado a lado com os moradores de sempre, os lobos-marinhos. Eles parecem não se incomodar com tanta platéia e ficam se exibindo para as fotos. Quem diria que existen lobo- marinhos estilosos?!

Olha o punk!

Diariamente diversos pescadores vendem seus produtos super frescos ali mesmo e taí mais um motivo para ir até lá. É possível comprar diferentes frutos do mar e muitos tipos de peixe sem ter dúvida da qualidade ou procedência.

Quem também ganha com isso são nossos amigos, que não passam trabalho pra se alimentar bem. Ok, agora deu pra entender porque eles ficam tão faceiros ali. O golpe é mais embaixo 😉

Pessoal garantindo a refeição dos lobos marinhos

E como já falei antes, os barcos também são uma atração do lugar. Tem grandes, pequenos, estilo bote, imensos, velhos, novos, modernos… Tem gente que vai a Punta e nem se preocupa em reservar hotel, preferindo o conforto do seu barco.

Imagem do cais

Alguns barcos de babar!

Tem todo tipo de veleiro também

Anúncios

José Ignacio

Já acumulo 3 carnavais no litoral Uruguaio. Um pingando de praia em praia, outro em Punta del Diablo e o terceiro nesta pequena península ao norte de Punta.

O lugar é super disputado, mas também muito pacato.

Todo movimento da estrada à noite

Como pode isso?

O agito acontece basicamente durante o dia na beira da praia. À noite apenas alguns restaurantes com um clima bem intimista, meio escondidos inclusive, recebem os turistas que ficam até mais tarde.  Além disso, são poucas as opções de hospedagem em José Ignacio e não existe festa por ali.

Quem quer curtir os famosos paradores uruguaios combinado com uma jantinha no aconchego de sua casa pode ir sem medo de ser feliz. Barulho depois do pôr do sol? Só o das ondas. É muita tranquilidade.

O farol é um dos mais bonitos do país

A luz fraca dos postes, as casas simples de linhas retas e enormes paredes de vidro, as ruas sem pavimentação… cada coisa contribui do seu jeito para deixar tudo mais charmoso e com jeitinho de vilarejo despretencioso. Sem dúvida essa é a combinação que me faz gostar tanto das praias uruguais.

Mais um pouco de pôr do sol

Eu sou do tipo que tem manias. Tipo a mania de tirar foto do pôr do sol… e agora é a vez das fotos panorâmicas do pôr do sol 😉

Depois de Porto Alegre chega a vez de José Ignácio. A península que fica próximo a Punta del Este tem vários lugares incríveis pra curtir o pôr do sol.

As primeiras fotos são da praia em José Ignacio e logo depois Laguna Garzón, um lugar lindo mesmo, com um visual incrível da lagoa, mar, dunas e, claro, do céu.

Um pouco do Uruguai

Minha primeira viagem internacional foi em 2007 pro vizinho Uruguai. De carro cruzei a fronteira pelo Chuí e conheci as seguintes cidades/praias:
Punta del Diablo
La Pedrera
Punta del Este
Montevideo

A fronteira no Chuí

A fronteira no Chuí

Fui até Montevideo apenas por causa de um compromisso dos parceiros de viagem e dizer que conheci a cidade é quase uma mentira. Fui ao Mercado del Puerto, caminhei na 18 de Julio e dei uma passadinha de carro na beira do Rio da Prata. Claro que fiquei com vontade de voltar lá e conhecer melhor… tá nos planos.

Rio da Prata

Rio da Prata

Punta del Este nos mostra como é boa a sensação de estar num lugar organizado, nada de postes com fios emaranhados, e onde é seguro andar à noite em qualquer lugar. Muita coisa legal e cara. A passada lá também foi rápida.

O píer em Punta del Este é super badalado

O píer em Punta del Este é super badalado

A viagem foi aproveitada mesmo nas praias mais ao norte. Era carnaval, alta temporada, calorão. La Pedrera e Punta del Diablo tem menos movimento e preços mais agradáveis. Claro que tem bem menos infra-estrutura, poucos restaurantes e as pousadas e casas de aluguel são locadas rapidamente. Quase ficamos sem teto nos dois lugares porque não reservamos nada antes, mas com paciência deu tudo certo.

Mais adiante conto mais sobre essas prainhas, mas já deixo aqui registrado: ADOREI!