Mais uma igreja na viagem

Já falei aqui no blog que se vê muita igreja na Europa, que fiz um programa bizarro cheio de ossos e que minha amiga queria muito ir a Portugal né?!

Pois é, misturando tudo isso…

Eis que a tal amiga passou grande parte da viagem dizendo que tempos atrás tinha visto uma reportagem no jornal sobre uma igreja em Portugal feita de ossos e onde estava escrita a seguinte frase: Nós ossos que aqui estamos pelos vossos esperamos.*

Chegamos em Portugal, fomos pra Évora, pegamos o folheto de informações turísticas e… claro que era lá a tal igreja!

Alguma dúvida?

Mal batemos o olho no folheto e já vimos a indicação para visitar a Capela dos Ossos. Sério, ela só pode ter combinado com a amiga portuguesa! :-p

A capela, que  fica nos fundos da igreja de são Francisco, foi construída por 3 padres no século XVII com os ossos retirados do cemitério da cidade e tem na sua entrada a famosa frase tão repetida pela minha amiga.

A frase

As paredes e pilares são completamente preenchidos com ossos, deixando muitas caveiras a mostra e tem ainda alguns equeletos completos pendurados.

O ambiente não é claustrofóbico como o das catacumbas em Paris, mas deixa a grande dúvida da motivação desses monges para a construção deste lugar.

Detro da capela

Detalhe da parede

Muitas caveiras

Socorro!

*nem vou contar que foi a mesma amiga que sugeriu as catacumbas em Paris

Anúncios

Évora

Évora foi parar no nosso roteiro praticamente meia hora antes de irmos até lá.

Ao chegar em Lisboa a amiga que nos recebeu deu boas recomendações para que fôssemos até a cidade. Seria um pequeno desvio no caminho para Lagos e uma ótima alternativa para o almoço.

Mais um ponto pra Portugal 😀

A cidade antiga, rodeada por muros, causa uma confusão mental em qualquer brasileiro. Não estaríamos nós no Pelourinho em Salvador?

Só eu que achei igual?

A cidade mistura o antigo com o muito antigo.  Da estrada se vê o aqueduto construído no século XVI e muito bem conservado. Na parte de dentro dos muros a população encontrou uma maneira de aproveitar os pilares.

Aqueduto visto de fora da cidade

Aqueduto

Reutilização de materiais

A parte entre os muros é cheia de lombas, mas não muito extensa, e com várias atrações. Num dia bem aproveitado dá pra ver quase tudo.Dá pra ver pelas fotos que não tinha uma nuvem pra esconder o sol né? Pois é, o verão não é a melhor época para subir e descer essas ladeiras!

É incrível como numa área tão pequena tem tantas igrejas. Abaixo está catedral de pedra que foi construída entre os séculos XII e XIII, mas praticamente em todas as fotos aparece uma diferente.

Catedral

E o que é realmente muito antigo? O Templo de Diana, construção romana do século I. Perto do templo, as outras construções da cidade até parecem novas.

Templo de Diana

O antigo e o muito antigo

Évora é destino de muitas moradores de Lisboa para almoços no final de semana. Está a mais ou menos 80 Km da capital. A carne de porco parece ser a especialidade do lugar pelo que pude ver nos cardápios, mas eu acabei comendo bitoque, que nada mais é do que nosso conhecido à la minuta. Bem bom.

Eu e minhas manias

Eu gosto de viajar e gosto de tirar foto. E sabe uma coisa que eu gosto de fotografar? Postes!

Madrid

Madrid

Adoro procurar ângulos em que eu fotografe algo que todo mundo costuma fotografar, mas enquadrando um poste legal junto.

Claro que quando escontro um poste superestiloso ele acaba virando o personagem principal. Que tal este aí de baixo? No Parque del Oeste em Madrid tem mais de um risonho desses.

Parque

Olhando as fotos da viagem pra Europa dá pra perceber que Paris é a cidade que fui com mais postes bem posicionados pros meus cliques. O poste que fotografei junto a Torre Eiffel é estiloso e eu gostei bastante do resultado da foto. Outra coisa que percebi é que eles tem todos um estilo bem parecido, mesmo quando tem uma, duas ou mais lâmpadas.

Torre

Catedral de Notre Dame

Alguns tem até uma função a mais, como estes também em Paris.

postenomederua

posteplacadetrânsito

Logo abaixo tem um modelinho diferente dos anteriores, pendurado na parede. A foto foi tirada em Évora, Portugal. Um jeito bem menos “poluído” de iluminar a rua.

Évora

Trocando um pouquinho de continente a diferença já é enorme. Olha que lindo esses postes com as lâmpadas em cascatas no Marrocos. Não pude deixar de enquadrá-los junto ao minarete mais alto de Marraquexe.

Marrquexe